Revista Eletrönica Null / EMagazine Null

A Revista com a escrita certa do Brasil e do Mundo para bons leitores brasileiros e estrangeiros. / Die Zeitschrift schriftlich mit einigen von Brasilien und der ganzen Welt für gute Leser Brasilianer und Ausländer.

Ganhador do Nobel de Química orientará brasileiros no programa Ciência sem Fronteiras.

O Nobel de Química, Kurt Wütrich (E); o reitor da UFRJ,
Carlos Levi, e o diretor científico da FAPERJ, Jerson Lima

Segundo instituto de Pesquisa FAPERJ publicado hoje (26), o cientista suíço Kurt Wütrich, ganhador do Prêmio Nobel de Química 2002 vai orientar brasileiros para serem candidatos ao prêmio Nobel.

“O Suíço Kurt Wütrich, ganhador do Prêmio Nobel de Química 2002, vai orientar brasileiros ao tão renomado prêmio. O suíço participou de uma cerimônia realizada na tarde desta quinta-feira, 26 de julho, no Auditório Hélio Fraga do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O evento, que contou com a presença do reitor da UFRJ, Carlos Levi da Conceição, e do coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Biologia Estrutural e Bioimagem (Inbeb) e diretor científico da FAPERJ, Jerson Lima, e de diversos pesquisadores e estudantes da universidade, serviu para apresentar o suíço como o primeiro cientista de renome mundial a participar do programa Ciência sem Fronteiras. Wütrich irá atuar como pesquisador visitante especial do Inbeb – rede de pesquisa nacional de referência na área –, onde orientará estudantes do Programa de Pós-Graduação em Química Biológica da UFRJ. Ele já selecionou dois alunos, um de doutorado e uma pós-doutoranda, para orientar suas teses ao longo dos próximos três anos, período em que virá frequentemente ao Brasil para reuniões, aulas, palestras e seminários especiais. Graduado em farmácia e com mestrado no próprio Inbeb, Leonardo Vasquez contará com a ajuda do suíço em seus estudos sobre a síntese de proteínas dentro dos ribossomos, as fábricas de proteínas das células. Já Luana Heimfarth, que acaba de completar seu doutorado em neurobiologia celular na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), vai aprender técnicas de ressonância magnética nuclear para aprofundar e melhorar suas pesquisas. Também vencedor de um Nobel de Química, o de 2011, o israelense Dan Shechtman negocia sua participação no programa do governo federal e deve colaborar com a UFRJ, o que fará com que a universidade passe a contar com dois laureados com o maior prêmio da ciência mundial em seus quadros. Shechtman proferiu palestra para mais de mil pessoas durante a 64ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que acontece desde segunda-feira, 23 de julho, até esta sexta, 27 de julho, em São Luís, no Maranhão. Até a semana que vem, Schetman visita ainda o Rio e São Paulo.”

Mais informações: www.ufrj.br

 

Fonte: FAPERJ

por Cláudio Barbosa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 26 de julho de 2012 por em Ciência, Universidades.

Principais acessados

  • Nenhum

Revista Eletrönica Null

Revista Eletrönica Null

Digite seu e-mail para receber notificações em seu correio eletrônico.

Junte-se a 126 outros seguidores

Sally's Serenity Spot

My Spiritual Journey

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d blogueiros gostam disto: